Grupo Fleury anuncia teste inédito para diagnóstico da Covid-19

A descoberta inaugura caminho, paralelamente, para expandir análises de fisiologia do vírus e seu potencial infectante, abrindo oportunidade para novas perspectivas da dinâmica da doença no mundo.

Imagens: Marcelo Pinto/APlateia

 

Cliente da Audaz, o Grupo Fleury, dono da rede de laboratórios de mesmo nome, anunciou nesta terça-feira (26) o desenvolvimento do teste que torna possível o diagnóstico da Covid-19 em populações de cidades com acesso restrito a laboratórios.  

O infectologista e diretor clínico do Grupo Fleury, Celso Granato, explicou em videoconferência que o teste analisa a proteína do vírus, e não a molécula RNA, como nos diagnósticos disponíveis no mercado. “O RNA é uma molécula muito frágil, não aguenta variações de temperatura, então você é obrigado a processá-las em tempo curto ou em temperaturas baixas, o que faz com que seja muito difícil para algumas cidades. Depende muito da distância que a pessoa está do laboratório e da temperatura que você consegue mantê-lo. Já a proteína do vírus pode ser identificada à temperatura ambiente por cinco dias após a coleta do material”.

Assim como o teste molecular, além de ser um método altamente confiável e servir como alternativa para falta de insumos do exame RT-PCR considerado padrão-ouro, o teste por proteômica desenvolvido totalmente in house, e em tempo recorde de apenas dois meses pela área de Pesquisa e Desenvolvimento. A descoberta inaugura caminho, paralelamente, para expandir análises de fisiologia do vírus e seu potencial infectante, abrindo oportunidade para novas perspectivas da dinâmica da doença no mundo.

Também recomendado para pessoas que apresentam nos primeiros três a sete dias os sintomas da COVID-19, o teste é realizado a partir de amostra de raspado (swab) de nasofaringe ou orofaringe – material obtido da mucosa do fundo do nariz ou da garganta com uma haste flexível (cotonete estéril). O exame apresenta sensibilidade próxima ao do RT-PCR que detecta o RNA do vírus, mas o processamento do teste por proteômica é totalmente automatizado, reduzindo os riscos na manipulação das amostras, no tempo de análise e mantendo a confiabilidade dos resultados.

O teste por proteômica do Grupo Fleury está disponível para os hospitais, laboratórios e clínicas em regiões distantes dos grandes centros do País. O resultado fica pronto em três (3) dias úteis.

Acesse https://lnkd.in/egmuSsG e entenda como funciona o novo teste da COVID-19 desenvolvido pelo Grupo Fleury.

Crédito das imagens: Marcelo Pinto/APlateia